SP proíbe utensílios plásticos descartáveis em comércios

O prefeito São Paulo, Bruno Covas, sancionou a lei que proíbe todos os comércios da cidade de fornecerem produtos plásticos descartáveis. O texto aprovado prevê o fim da distribuição de copos, talheres, pratos, colheres para bebidas e varas para balões feitos de materiais não-reutilizáveis, e inclui estabelecimentos como hotéis, restaurantes, bares, baladas, padarias, entre outros (até buffet entra na lista).

Você pode estar com a sensação de já ter visto isso há um tempo, ou que essa é uma notícia velha, mas, na verdade, SP só havia banido o fornecimento de canudos plásticos. Agora, a proibição foi estendida mesmo. O prefeito justificou a nova lei dizendo que “a sanção quer evitar a explosão dos gases de efeito estufa presentes nos aterros sanitários”. Tá aí, a gente apoia 100% a medida.

Calma, ninguém vai ficar sem prato ou talher no fast food e nem sem copo para tomar aquele suco. Os produtos plásticos descartáveis deverão ser substituídos por outros de materiais biodegradáveis, compostáveis e/ou reutilizáveis. A ideia principal da iniciativa é incentivar a reciclagem e impulsionar a transição para uma economia circular.

A nova lei deve entrar em vigor a partir de 1/1/2021. As multas para quem não cumprir as regras variam de R$ 1.000,00 a R$ 8.000,00, e, em caso de reincidência, o estabelecimento pode até ser fechado.


O planeta Terra agradece!

Fonte: https://gooutside.com.br

×

Olá

Clique no nome do atendente para tirar suas dúvidas ou envie um email para:  [email protected]

×