Ligação verde: Argentina e Peru serão ligados por trem de energia solar

Transportes menos poluentes estão chegando à América do Sul! Agora é a vez do primeiro trem turístico movido a energia solar do continente sair da província de Jujuy, na Argentina, rumo a Cusco, no Peru.

O projeto, que recebeu nome de Tren de la Quebrada, já tem as obras a milhão e, segundo estimativa da CANATUR (Cámara Nacional de Turismo del Perú), o primeiro trecho da ferrovia deve ser concluído em agosto. O pedacinho piloto deve ter 20 km de extensão, unindo a localidade de Volcán com Purmamarca e Maimará, no norte da Argentina.

No futuro, a empresa responsável pelo trem espera que os trilhos se estendam até a Bolívia, e ter Cusco como o destino final. Mas, ainda não há informações sobre a data prevista para a conclusão de toda o percurso. Enquanto isso, os bons viajantes podem ir aproveitando os trechos disponíveis para viajar mais barato e consciente pelos cantinhos menos explorados da América do Sul.

A primeira ferrovia solar da região inicialmente terá dimensões reduzidas quando comparadas a uma elétrica, tendo apenas um vagão, com capacidade aproximada de 240 passageiros. Por ser turístico, o trem tem velocidade máxima estipulada em 30 km/h. Sendo assim, a viagem de Volcán a Maimará deve durar cerca de 3 horas, segundo a CANATUR.

Com painéis fotovoltaicos nos telhados, a propulsão do trem será feita por meio de energia solar e diesel hidráulico. O projeto conta com a assistência de técnicos e especialistas já experientes no assunto, uma vez que foram os grandes responsáveis pelo trem solar de Byron Bay, na Austrália.

E aí, que tal embarcar nessa experiência? O planeta agradece!

Deixe uma resposta