Carnaval e ressaca: exercícios físicos ajudam a voltar a viver?

Para um bom folião, o fim do Carnaval pode ser a fase mais difícil do ano. Por que? Porque o corpo pede arrego, e a conta chega: ressaca, dor em todo o corpo, imunidade baixa, cansaço sem fim. Será mesmo que, como diz a crença popular, os exercícios físicos ajudam a afastar essa nhaca e curar a ressaca?

Bom, segundo estudo norte-americano, sim e não. A ressaca existe por duas principais causas, sendo elas a desidratação e o excesso de acetaldeído (uma sobra tóxica após o fígado quebrar o álcool). Os cientistas observaram que, sim, fluidos ricas em eletrólitos podem ajudar a compensar a falta de água, mas nenhuma quantidade de exercício pode acelerar a limpeza do corpo depois de um Carnaval… digo, depois de uma bela bebedeira de respeito. Resumindo: suar não elimina o álcool e cura a ressaca milagrosamente.


Apesar disso, é bem provável que um cardio de leve te ajude a se sentir melhor. Ainda segundo os pesquisadores do Conselho Americano de Exercício, a sensação positiva viria do aumento da dopamina, que alivia a dor e adrenalina. Vale ressaltar que é mais seguro deixar a bike longe das opções de cardio de ressaca, uma vez que a coordenação pode ser afetada por horas depois de você ficar sóbrio. Bora dar uma volta no parque que a natureza também pode ser uma boa aliada na função de voltar a viver pós-bebedeira.

A pesquisa concluiu que a recuperação por meio de exercícios físicos pode variar de acordo com o nível de hidratação de cada pessoa, além do álcool que foi consumido. Bebidas mais escuras como whisky, conhaque, tequila e vinho tinto, têm níveis mais altos de subprodutos da fermentação, o que pode aumentar consideravelmente as ressacas.

A boa dica que nunca sai de moda é: beba com moderação!

Fonte: https://gooutside.com.br

×

Olá

Clique no nome do atendente para tirar suas dúvidas ou envie um email para:  [email protected]

×